Dois filhotes de cachorrinhos andando juntos (o que é imprinting canino)

O que é impriting canino? Veja como ele afeta o comportamento do seu pet

Muitas pessoas têm vontade de adotar um bichinho ou até mesmo já contam com um na família, mas não sabem o que é o impriting canino. Porém, embora esse termo não seja muito conhecido, ele é extremamente importante para o desenvolvimento dos cãozinhos.

E você? Já ouviu falar do impriting canino? Essa expressão nada mais é do que o desenvolvimento que acontece nos primeiros 60 dias dos cachorrinhos.

Em inglês, a palavra impriting significa algo como estampar. Por essa razão, o impriting canino é o ciclo de vida no qual a personalidade do pet será formada. Nessa etapa, os cachorros aprendem a dialogar com outros animais da mesma espécie e recebem da sua família peluda as primeiras lições sobre comportamento.

No entanto, há quem não respeita esse período. Desse modo, os bichinhos são separados de suas mamães cachorrinhas de forma prematura.

Assim, não raro, os pequenos são doados aos 45 dias e até mesmo aos 30 dias. Contudo, 15 dias na vida de um filhote representam muito tempo na idade canina. Aliás, essa falta de convívio com seus iguais afeta tanto a formação da identidade deles que um animal pode ter problemas para o resto da vida. Quer saber mais? Então acompanhe nosso post e entenda tudo sobre o que é o impriting canino e as consequências de interromper essa importante fase!

Dificuldades de convívio com outros animais

Quando os cãezinhos são privados de passar por esse contato com a família animal, os filhotes de cachorro sofrem muito. Isso acontece porque eles deixam de aprender a se comunicar como fazem os cães. É por isso que é tão importante entender o que é o impriting canino.

Desse modo, nessa etapa, o recém-nascido vai conviver com outros cachorrinhos seguindo o exemplo da mamãe peluda e dos irmãozinhos.

Dessa maneira, quando ele deixa de viver essa experiência, pode vir a ter problemas para se relacionar com outros bichos, tanto da mesma espécie como de outras. Ou seja, a melhor forma de ajudar seu amiguinho é evitar adotar um pet com menos de 60 dias.

Crises de medo e estresse

Mais um ponto importante quando falamos sobre o que é o impriting canino é que, ao pular essa etapa, os filhotinhos têm muito mais chance de desenvolver problemas de comportamento. Ou seja, eles ficam mais vulneráveis a estresse, pânico e agressividade. Afinal de contas, cachorro com medo precisa de muita atenção e carinho.

Problemas de obediência

Outro bom motivo para você entender o que é o impriting canino é a importância dessa fase para o pet aprender a obedecer aos líderes. Assim, ao se relacionar com sua mamãe, o filhotinho será corrigido quando tomar atitudes inadequadas.

Desse modo, ele vai assimilar informações na linguagem canina como não pegar a comida de um cão adulto, não agredir os irmãozinhos, não latir à toa etc.

Entretanto, se ele não contar com esse período de treinamento, mais tarde, até mesmo adestrar o pet será mais difícil. Por esse motivo, muitos cachorros acabam ficando imperativos e até mesmo bagunceiros: mordem de tudo, latem a toda hora, rosnam para os estranhos e ignoram as ordem de seus donos.

Nesse cenário, ao visitar exposições de adoção, prefira eventos e pet shops que respeitem o animal e esse intervalo de tempo tão necessário.

Portanto, se você anda pensando em adotar um cachorrinho, lembre-se de jamais aceitar levar para casa um bichinho com menos de 60 dias. Afinal de contas, por mais que você esteja com pressa de ter um pet no seu lar, o amor por ele deve falar mais alto, não é mesmo?

A adoção ideal é aquela que respeita e espera esse tempo, especialmente para que os filhotinhos não cortem laços com a sua família e tenha o seu bem-estar garantido. Quer ficar por dentro de como adotar pets fofos que tenham mais de 2 meses? Então confira a nossa página do Facebook e Instagram.

Por favor, siga-nos e curta-nos
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *