como cuidar de calopsita

Como cuidar de calopsita: confira 7 passos essenciais!

Elas são lindas, fofas, geralmente muito dóceis e ainda por cima não ocupam muito espaço nem causam muitas despesas em seus cuidados. Porém, muita gente ainda tem dúvidas sobre como cuidar de calopsita.

Por exemplo: é melhor criá-las soltas ou em gaiolas? Essas pequenas aves amam a liberdade. Por esse motivo, o mais recomendado é tê-las à vontade, mas sob supervisão.

Também é preciso realizar um procedimento veterinário nas asas para evitar que elas voem e fujam. No entanto, quando não for possível deixar a calopsita livre, ela se acostuma bem dentro de um viveiro.

Mais um ponto a favor desse pet fascinante: uma habilidade incrível para aprender comandos, desde que seja feito um adestramento adequado.

Além disso, esses animais são tão miudinhos que são perfeitos para quem mora em apartamento, assim como os peixes de aquários pequenos.

No entanto, ter um ser desses na família é uma grande responsabilidade. Afinal, esses pássaros vivem por até 20 anos. Quer saber mais? Então venha com a gente e confira 7 passos de como cuidar de calopsita!

1. Garanta a higiene

Na criação de aves, é fundamental manter uma atenção especial para a higiene tanto do bichinho como do ambiente. Dessa forma, verifique todos os dias se há fezes dos animais nos comedouros, pedestais e bebedouros. Em caso positivo, limpe tudo que estiver sujo.

Isso evita que fungos e bactérias se proliferem e coloquem a saúde desses pequenos pássaros em risco.

Mais uma dica é o banho para que a calopsita sinta mais bem-estar, uma vez que na natureza elas têm esse hábito. Nesse sentido, deixe um potinho com água rasa onde ela caiba.

Contudo, precisa trocar essa água diariamente. Outra opção é usar um borrifador de plantas e molhar sua calopsita só um pouquinho.

2. Providencie exposição ao sol

Mais um segredinho sobre como cuidar de calopsita: elas também adoram um banho de sol. Por esse motivo, assegure que a gaiolinha fique perto da janela por algumas horas do dia. Nesse caso, prefira expor a ave aos raios solares no final da tarde ou no começo da manhã.

Dessa forma, é possível evitar o calor excessivo, que pode fazer mal. Para esse pet, a temperatura ideal é em torno de 25ºC. Independentemente do clima ou da estação do ano, sempre tem que ter uma sombra para a ave se esconder quando quiser.

Além disso, no inverno ou em noites mais frias, pode ser preciso colocar cobertores em cima do viveiro para aquecer os pássaros.

3. Capriche na alimentação

Entender como cuidar de calopsita exige ainda aprender um pouquinho sobre a alimentação das aves. Dessa forma, saiba que elas comem sementes e rações especiais, mas precisam que haja equilíbrio nutricional. Assim, a dieta deve oferecer vitaminas, minerais, aminoácidos, entre outros nutrientes.

Mais um ponto crítico entre os cuidados é complementar o cardápio com frutas e vegetais. Assim, mamão, maçã e melancia são excelentes para essa ave. Também fazem bem para a saúde desses amigos de asas os vegetais crus, como abobrinha, couve e jiló.

4. Assegure tranquilidade para o sono

No assunto como cuidar de calopsita, a qualidade do sono é um tema crucial. Isso porque essas aves precisam dormir muitas horas por dia: de 10 a 12!

Quando elas ficam acordadas mais tempo do que deveriam, começam a ter problemas comportamentais. Um deles é o picacismo, quando o pássaro arranca as suas próprias penas.

Por esse motivo, as calopsitas necessitam de um lugar tranquilo para descansar. Ou seja, se o pet fica em uma gaiola na sala, leve para um cômodo da casa mais calmo enquanto o animal estiver dormindo.

Isso alivia bastante o estresse. Embora odeiem barulho quando estão dormindo, essas aves adoram fazer os mais variados ruídos em certas épocas. Diante disso, não estranhe se o bichinho gritar, assobiar, piar ou cantar.

5. Tenha cuidado com o tamanho do viveiro

Para ajudar seu bichinho a ser mais feliz, quanto maior for a gaiola, melhor será para ele. Entretanto, se você não tiver muito espaço, verifique um tamanho mínimo: que pelo menos dê para abrir as asas de modo confortável!

Outro quesito indispensável é que haja altura o bastante para a cauda não raspar no chão do viveiro quando o animal empoleirar em um galho ou barra.

6. Dê brinquedos e interaja

Outra dica para quem quer aprender como cuidar de calopsita: interagir bastante com sua ave! Elas adoram e precisam de desafios e brincadeiras com seus donos. Por isso, enriqueça o ambiente com três brinquedos por vez.

Conforme o pássaro se cansar de uma novidade, coloque outra na gaiola e vá trocando. Assim, ela vai praticar a quantidade necessária de exercícios físicos. São muito bem recomendados os brinquedinhos que soltam comida aos poucos.

Além disso, se a sua calopsita passa muitas horas sozinha, ponha gravações de sons de aves para ela escutar e se sentir menos solitária. Veja a seguir algumas dicas de brinquedos:

  • Espelhos;
  • Sinos;
  • Balanços;
  • Escadas;
  • Cordas.

7. Preste atenção em mudanças no comportamento

Como já dissemos, esses pets são cheios de energia quando estão saudáveis. Desse modo, quando tudo está bem, a ave tende a ir atrás do tutor e a chamá-lo constantemente para brincar e receber atenção.

Diante disso, quando a calopsita fica indisposta, não come e as penas ganham um aspecto de arrepiadas, ela precisa de um veterinário. Esses podem ser sinais de alguma doença.

E você? Conseguiu entender tudo direitinho sobre como cuidar de calopsita? Na verdade, elas são companheiras, fofinhas e muito brincalhonas. Além disso, não exigem um gasto muito alto de manutenção e cuidados. Gostou da dica?

Que tal ficar sempre por dentro de novidades do mundo pet? É só acompanhar a gente nas redes sociais! Fique de olho na Chácara Pet no Facebook e na Chácara Pet no Instagram!

Por favor, siga-nos e curta-nos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *