Como cuidar do porquinho-da-índia

Como cuidar do porquinho-da-índia: descubra aqui!

Muita gente está interessada em aprender como cuidar do porquinho-da-índia. Afinal de contas, esses roedores exigem pouca atenção e espaço, além de serem muito fofinhos. Para quem mora em apartamento, casa pequena ou passa o dia todo fora, esse tipo de pet é perfeito!

Mas as qualidades desses animais encantadores não param por aí: eles são muito dóceis, amam interagir com a família e ficam no colinho por horas a fio.

No entanto, esse charmoso roedor precisa viver em companhia de seus iguais. Por essa razão, o mais recomendado é criar pelo menos uma dupla. Quer saber mais e amadurecer a ideia de levar esses amiguinhos para casa? Então venha com a gente e veja como cuidar do porquinho-da-índia!

Como cuidar do porquinho-da-índia quando você estiver fora de casa?

Como já dissemos, entre os passos essenciais da criação desse animalzinho é garantir um companheiro da mesma espécie. Contudo, se eles ainda não se conhecerem, faça um período de adaptação antes de deixar mais de um em uma mesma gaiola sem supervisão.

Depois de algumas semanas, caso eles não se estranharem, você poderá deixá-los juntos em um cercadinho quando for trabalhar ou sair por algumas horas.

Assim como os peixes de aquários pequenos, os hamsters e as calopsitas, o porquinho-da-índia vive muito bem em áreas pequenas.

Nesse sentido, basta disponibilizar um alojamento de tamanho razoável, para que eles possam se movimentar ao longo do dia. Porém, é importante que o piso seja forrado com substrato. Quando pisam sobre as grades, as patinhas desses amados companheirinhos sofrem lesões. Não queremos que isso aconteça, certo?

Quais são as recomendações sobre alimentação?

Existem rações especiais que ajudam os tutores na tarefa de como cuidar do porquinho-da-índia. Apesar disso, é preciso consultar um veterinário sobre a quantidade adequada conforme as condições de saúde, a idade e o peso do seu pet.

Mais uma dica é complementar a dieta com verduras e legumes, que podem ser oferecidos uma vez ao dia, cozidos ou crus.

Outros alimentos que esses apaixonantes animaizinhos apreciam são o capim e o feno. Agora, é importante que o profissional de veterinária oriente sobre o volume de comida. Dessa forma, eles não correrão o risco de engordar exageradamente. Veja exemplos de alimentos saudáveis para eles:

  • Abobrinha;
  • Espinafre;
  • Berinjela;
  • Rúcula;
  • Pepino;
  • Brócolis;
  • Vagem.

Como cuidar do porquinho-da-índia em relação às brincadeiras e aos exercícios?

Mais um ponto importante sobre como cuidar do porquinho-da-índia é oferecer brinquedos e acessórios que estimulem os exercícios físicos. Em seu habitat natural, esses bichinhos vivem em tocas.

Assim, providencie túneis e esconderijos na gaiola para que eles entram e saiam. Dessa forma, eles vão se mexer mais e ficar tranquilos quando quiserem se esconder.

 Além disso, do mesmo jeito que os coelhos de estimação, esses graciosos porquinhos precisam de brinquedos que desgastem aqueles dentões enormes.

Entretanto, lembre-se de procurar pet shops com boa reputação. Assim, será possível evitar acidentes como peças que se descolam ou materiais tóxicos.

O que fazer para manter a higiene desses pets?

Outra vantagem quando o assunto é como cuidar do porquinho-da-índia é a fácil higienização. Afinal de contas, eles aprendem a fazer cocô e xixi no lugar certo muito rapidamente.

Além disso, o banho pode ser dado uma vez a cada 3 meses. No entanto, na hora de lavar seu animalzinho, prefira lugares sem vento. Isso porque eles são bem sensíveis ao frio.

Para a experiência do banho ser agradável, providencie um recipiente com água morna no qual seu amiguinho caiba com conforto.

Mais um cuidado importante: o porquinho-da-índia não gosta muito de água. Por essa razão, é fundamental ajudar seu bichinho a se acalmar na hora de banhá-lo.

Diante dessa característica, dê alguns petiscos e faça bastante carinho para que ele fique bem relaxado e não desenvolva um trauma. Mais uma atenção essencial é escovar o pet com frequência — não somente depois do banho. Assim, os pelos e a sujeira serão removidos, garantindo mais saúde.

E aí? Deu para entender direitinho como cuidar do porquinho-da-índia? A criação desse pet fofíssimo é muito fácil, o que pode animar você a levá-lo para casa de uma vez por todas. Eles são muito meigos, amorosos e quase não dão trabalho. O único perigo é você se apaixonar com tanta fofura e meiguice.

Quer ficar sempre a par de novidades sobre o universo animal? Então siga a Chácara Pet no Facebook e a Chácara Pet no Instagram!

Por favor, siga-nos e curta-nos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *