como acalmar gato

Como acalmar gato nervoso? Descubra já em 6 passos!

Quem tem felinos em casa sabe o quanto eles são cheios de mistério e personalidade. Afinal, eles são sensíveis e temperamentais! Ou seja, de uma hora para outra, o bichano meio que sobe nas tamancas. Nesses momentos, os tutores se desesperam para descobrir como acalmar gato nervoso.

Primeiramente, tenha consciência de que muitos fatores podem irritar seu pet. Por exemplo: as idas ao veterinário, um barulho estranho ou alguém desconhecido em casa.

No entanto, antes de tentar amansar seu filho peludo, é preciso identificar quando ele está bravo. Nesse sentido, além de morder e unhar, o gatinho estressado começa a miar insistentemente.

Outro sintoma de nervosismo são os pelos arrepiados e o rabinho para cima, um sinal de alerta e desconfiança.

Mais uma forma de demonstrar a impaciência é evitar o toque de todos, inclusive do dono. Porém, a boa notícia é que temos dicas preciosas para ajudar você a lidar com esse pet marrento e encantador! Quer saber como acalmar o gato inquieto? Então confira nossas 6 dicas!

1. Evitar tocar no bichano nos momentos de estresse reduz o problema

Uma das curiosidades sobre gatos mais interessantes: nem sempre eles gostam de ser acariciados. Desse modo, eles são bem diferentes dos cães, que quase sempre estão em busca de atenção dos tutores.

Cuidado, uma vez que esse é um erro bem comum: tentar acolher o gato nervoso, tocando-o ou pegando-o no colo. Isso é perigoso, e você pode se machucar feio. Afinal, as garras felinas são rápidas e afiadas.

Ou seja, parta para as outras alternativas e deixe seu bichano de boa até o mau-humor passar!

2. Garantir um cantinho aconchegante alivia a tensão

Uma das melhores estratégias de como acalmar gato nervoso é providenciar um ou mais esconderijos para ele. Geralmente, os gatinhos gostam de caminhas penduradas e prateleiras nas paredes.

Esses locais devem ser acessados apenas por eles e contar com rotas de fuga. Ou seja, não adianta um cantinho que deixe o felino encurralado.

Se possível, coloque algum brinquedo para gato em cada um desses refúgios. Além disso, a tigelinha de comida e o potinho com água devem ficar próximos desses espaços de lazer e mimo.

Assim, vai ser mais fácil para o gatinho beber a quantidade ideal de água por dia, algo importante para evitar doenças renais.

Por falar em hidratação, garanta água sempre fresquinha. Gatos não gostam de água quente e parada, uma coisa que também pode irritá-los.

3. Reduzir o barulho do ambiente é um segredo de como acalmar o gato

Quando falamos em como acalmar gato, lembre-se de que eles contam com uma audição mais desenvolvida que a nossa. Nesse contexto, o barulho pode ser a fonte do destempero do seu bichano.

Por isso, preste atenção em ruídos de obra, choro de crianças ou até mesmo som de carros passando na rua. Assim, se você não pode eliminar o barulho, então coloque músicas calmas para tirar a atenção do gatinho do incômodo. As canções clássicas costumam ser bastante eficientes.

4. Perfumar o recinto contribui para tranquilizar o bichano

Alguns aromas naturais são ótimos para relaxar gatinhos e humanos. Assim, uma essência de lavanda em spray, por exemplo, pode ajudar muito.

No entanto, tome cuidado para não deixar o produto ao alcance do pet. Afinal, se ele ingerir a substância, poderá ter uma intoxicação.

5. Utilizar catnip e feromônios ajuda a relaxar o felino

Existem ainda os catnips e os feromônios, artigos que você encontra nas melhores lojas especializadas. Porém, tome cuidado: os catnips acalmam o gato ansioso, mas enchem o felino de perfil mais tranquilo de energia, podendo agitá-lo.

Já os feromônios imitam os odores liberados naturalmente pelos felinos. Assim, ao sentir essas fragrâncias, o pet tende a se sentir mais protegido.

6. Levar ao veterinário é a melhor saída quando o nervosismo não passa

Quando seu bichano ficar em estado de agitação por um período muito longo, leve-o ao veterinário. Isso é importante porque muitas doenças em felinos são silenciosas.

Nesse contexto, gatos com diarreia rapidamente demonstram que não estão bem. Por outro lado, uma insuficiência renal ou até mesmo a FIV (Imunodeficiência Felina ou AIDS felina) são enfermidades graves que ficam um bom tempo sem sintomas. Ou seja, elas também podem ser o motivo do mau-humor do gatinho.

Portanto, existem muitas possibilidades para acalmar gato nervoso. Com amor e dedicação, com certeza você vai conseguir garantir o bem-estar do seu bichano. Por falar em felicidade felina, sabe o que também é ótimo para nossos amados bigodudos?

Brincar! Isso mesmo! Que tal descobrir mais sobre esse assunto? Então veja também nosso post com brincadeiras para gato para se divertir com o bichano!

Por favor, siga-nos e curta-nos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *