cadela prenha cadela grávida cachorra grávida

Gestação canina: saiba quando sua cachorrinha vai ter filhotes!

Quando falamos em gestação canina, é sempre bom lembrar os imensos benefícios da castração em cães e gatos. Afinal, essa cirurgia é de baixo risco, previne doenças e é 100% eficaz para evitar filhotinhos fora de hora. Agora, por outro lado, se você quer que sua cadelinha dê crias — ou se já é tarde demais para falar em prevenção — saiba que você está no lugar certo!

Neste post, vamos te contar como confirmar que a cachorrinha está mesmo esperando bebês! Além disso, mostraremos os cuidados mais importantes para esse delicado período! Quer ficar por dentro de tudo sobre gestação canina? Então venha com a gente!

Quanto tempo dura a gravidez em cadelas?

Enquanto a gravidez de uma mulher demora 9 meses, a gestação canina é bem rapidinha. Desse modo, entre 60 e 70 dias os filhotes já nascem. Tal intervalo é o mesmo para qualquer raça.

Nesse período, será crucial um acompanhamento pré-natal por um veterinário. Isso é importante para reduzir as chances de complicações na hora do parto ou até mesmo antes do grande dia.

Quais são os indícios da gestação canina?

As cadelinhas que carregam filhotinhos têm mudanças no corpo e no temperamento. Assim, você vai notar um inchaço nas mamas e o aumento da barriguinha. Além disso, é normal a cachorrinha ficar mais quieta e começar a comer menos.

No comecinho da gravidez, as futuras mamães peludas também enjoam muito, assim como as gestantes humanas, especialmente pelas manhãs. Depois do primeiro mês, as cadelas engordam e podem ganhar até 50% do peso inicial. A partir do 21º dia, você já pode pedir para o veterinário um exame que confirme a gestação canina.

Como cuidar das fêmeas nesse período delicado?

Como você já sabe, todo animalzinho precisa de amor, carinho e alguns cuidados. Isso independentemente de idade, raça ou sexo. No entanto, a gestação canina é uma fase em que a futura mamãe está mais sensível. Por essa razão, não economize no afeto. Além disso, é importante tomar providências para que tudo fique bem com a cadelinha e os filhotinhos. Nesse sentido, dê só uma olhada nas dicas que preparamos a seguir. Elas são realmente incríveis!

Alimentação

Uma dica interessante para a cachorrinha é alimentá-la com ração para filhotes, que é mais nutritiva do que a de adultos. Porém, as cadelinhas grávidas precisam comer uma quantidade maior do que o volume recomendado nos pacotes. Dessa forma, consulte seu veterinário sobre a medida correta do alimento.

Pré-natal

Sim, sua cachorrinha precisa fazer um pré-natal! Dessa forma, o ideal são consultas semanais ao veterinário. O profissional pede imagens de ultrassom para confirmar o estado de saúde dos bebezinhos. Depois, também dá para pedir uma radiografia para determinar o tamanho da ninhada e a posição dos filhotinhos na barriguinha. Às vezes, não tem como evitar a cesariana, embora isso seja raro.

Higiene

Continue dando banho normalmente, mas com o cuidado de evitar uma situação tensa para a cadelinha. Afinal, quanto menos nervosa ela ficar, maior a chance de tudo acabar bem no final. Nesse sentido, um truque bem útil é o banho a seco para cachorro nos dias mais frios e chuvosos.

Atividades físicas

Qualquer bom dono de um cãozinho sabe bem que passear com o cachorro é crucial para a saúde e o bem-estar deles. Na gestação canina, isso permanece valendo. Ou seja, leve a peludinha para dar aquela voltinha diariamente. No entanto, caminhe mais devagar e diminua a distância percorrida.

Parto

Você pode fazer uma cama bem confortável para a futura mamãe peluda ainda durante a gestação. Se preferir, também vale comprar uma. O importante é que ela seja bem isolada de ruídos e movimentos do restante da família. Também tem que ser quentinha e confortável.

Dessa forma, quando chegar a hora do nascimento, a cadela vai ficar mais calma. Normalmente, pouco antes de parir as cachorrinhas arranham o piso e as coisas. Na hora das contrações, elas tremem e respiram profundamente. Sim, é bem parecido com o parto das humanas!

Depois de algumas contrações, vai sair um corrimento claro. O normal é que o primeiro filhotinho desça na meia hora seguinte ao surgimento desse líquido. Por essa razão, se passar muito mais tempo sem que nenhum bebê surja, corra para o veterinário!

Filhotes

Não separe a mamãe cachorrinha de seus rebentos por pelo menos 60 dias. Nesse período, os cachorrinhos precisam mamar para crescer com mais saúde e nutrientes. Além disso, esse afastamento precoce prejudica o impriting canino, que é o desenvolvimento que ocorre nos primeiros dias de vida.

Na realidade, os cãezinhos necessitam desse tempo ao lado da família canina para aprender noções de hierarquia e limites. Assim, o convívio com os irmãozinhos e a mamãe peluda vai evitar problemas de comportamento desses animais no futuro.

Portanto, a gestação canina requer cuidados e carinhos com a futura mamãe de quatro patas. Por isso, aja com paciência e amor, como você sempre faz! Com seu afeto e os cuidados veterinários apropriados, é possível aumentar as chances de a ninhada nascer saudável sem nenhum problema para a cadelinha.

E aí? Gostou do post? Que tal saber um pouquinho mais sobre as nossas amadas cachorrinhas? Então leia também nosso artigo que aborda o ciclo estral e a reprodução das cadelas!

Por favor, siga-nos e curta-nos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *